Uma das principais dificuldades encontradas quando se pensa em criar um site ou blog é a escolha do Domínio.

Domínio é o “nome” do site. É ele que permite a utilização de palavras, ao invés de números para acessar sites e enviar e-mails. É o “meusite.com.br“.

Os domínios reconhecidos e utilizados globalmente proporcionam credibilidade e visibilidade ao site/blog, além de assegurarem a identidade da sua marca na internet.

 

Tipos de Domínio

Há mais de 270 domínios de diversos tipos. Veja a classificação:

TLDs genéricos não-patrocinados (gTLDs) ou domínios internacionais: são os famosos .com, .net, .org, .int, .arpa, .biz, .info, .name e .pro. Eles operam sem qualquer organização patrocinadora e normalmente possuem menos restrições para registro do que os demais tipos.

TLDs genéricos patrocinados (gTLDs): incluem .edu, .gov, .mil, .aero, .coop, .museum, .jobs, .mobi, .travel, .tel, .cat e .asia. e são especializados e tem um patrocinador. Representam a comunidade atendida por aquele domínio.

TLDs com código de países ou ccTLDs: conhecidos .br, .ar, .mx, .uk, .de, etc. Correspondem às abreviações oficiais (com duas letras) de mais de 250 países e territórios. Estão relacionados a uma instituição de registro responsável pela operação do domínio e seguem políticas locais. No Brasil, apenas órgãos oficiais governamentais utilizam o .br.

 

Registro

O registro dos domínios mais comuns, .com.br, .com e .net, é rápido, fácil e pode ser feito por qualquer pessoa, entidade ou empresa, não sendo necessário a apresentação de nenhum documento específico.

O registro de domínios .com.br é feito pelo site:  http://registro.br/. Os demais, incluindo .com e .net, são feitos por várias empresas e você pode escolher uma delas.

 

Dicas para um domínio otimizado

Atualmente, quando se pensa em um nome, ele já pode estar registrado. Mas, ainda é possível ser criativo e escolher um bom domínio para sua empresa.

Para não perder acessos, confira dicas para escolha adequada.

 

1. Domínio exclusivo

Nunca copie domínios de sites já muito conhecidos. Às vezes, algumas pessoas pensam que ter um nome já popular irá facilitar as buscas. Mas a ação é contrária. O domínio já conhecido ganha todo reconhecimento. Além disso, o nome domínio pode gerar confusão no consumidor e sair com a imagem prejudicada.

Pense no domínio como uma identidade da sua marca, única e exclusiva.

Procure identificar como as pessoas iriam procurar sua marca no Google. Assim, fica mais fácil definir um domínio.

 

2. Prefira domínios .com.br e .com

No Brasil, o .com.br e o .com se tornaram os mais famosos e os outros quase esquecidos. Algumas pessoas até acreditam que sites podem apenas ter estas terminações e .ind ou .info está errado.

Por serem mais usuais e estabelecerem maior credibilidade a um site, prefira registrar estes domínios.

 

3. Relacione o domínio ao seu segmento

Para um bom trabalho de SEO desde o início do projeto de um site, é preciso escolher bem o domínio.

Busque domínios que se relacionem fortemente com seu segmento e atividade, pois tendo uma palavra-chave no endereço, facilita as buscas de seu cliente.

Para ideias, utilize a Ferramenta de Palavras-chave do Google. Ela mostra uma série de opções, incluindo as mais procuradas.

 

4. Nomes curtos e criativos

Nomes curtos são mais fáceis de serem memorizados e também de serem digitados. Pense em domínios curtos. Podem ser difíceis de serem encontrados disponíveis, mas pensando bem, você terá boas ideias.

 

5. Nome de fácil entendimento

Para divulgar seu site de maneira ampla, tenha um domínio de fácil entendimento pelo público. Nada de palavras complexas, pouco utilizadas e que sejam sonoramente difíceis de compreender.

Cuide, por exemplo, de fonemas homófonos (aqueles que se falam da mesma forma, mas são escritos de forma diferente), como concerto e conserto.

Nomes estrangeiros também são complicados como domínio: schwarzenegger.com.br não é legal.

 

Estas dicas simples podem fazer a diferença na hora de ser encontrado e ficar bem posicionado nos buscadores.