O recurso de Armazenamento em Nuvem, também conhecido como Cloud Computing, é uma tendência relativamente recente. Ela vem se consolidando desde meados dos anos 90, e tem conquistado cada vez mais espaço no nosso dia a dia, seja pessoal ou profissional.

Para a sua empresa, os benefícios do armazenamento em nuvem são muitos: há ganhos consideráveis em segurança, acessibilidade, agilidade no gerenciamento de projetos, redução de custos e muito mais.

Mas… vamos começar pelo começo:

O que é um sistema de Armazenamento em Nuvem?

O conceito de “Cloud Computing” se refere a utilização da Internet para o processamento de dados armazenados em servidores externos. Nesse caso, evidentemente, a “Nuvem” (“Cloud”) em que se processam os arquivos é na verdade uma referência a própria Internet.

Quanto aos servidores que servem de suporte ao armazenamento dos arquivos “na nuvem,” eles podem estar instalados fisicamente em qualquer lugar do globo e sua manutenção e segurança são de responsabilidade da empresa prestadora do serviço de armazenamento.

Um exemplo corriqueiro de um serviço de armazenamento na nuvem com ampla utilização e boa estabilidade, é o Google Drive – a ferramenta do Google para armazenamento de documentos, edição e compartilhamento online. É claro que os seus documentos salvos na sua pasta do Drive não ficam “boiando” na Internet: eles estão armazenados nos servidores da Google, e você consegue acessá-lo de qualquer lugar do mundo.

Quais os prós do sistema de Armazenamento em Nuvem?

Muitas das vantagens da utilização da computação em nuvem se confundem com as vantagens trazidas pela própria internet: comodidade no acesso, segurança, agilidade no compartilhamento de informações, e por aí vai. Se pensarmos no caso específico da utilização do sistema de Armazenamento em Nuvem para o ambiente empresarial, podemos falar de seis vantagens principais, que você confere a seguir:

#1: Preservação do hardware local

Ao utilizar um servidor externo para o armazenamento de dados da sua empresa, você salvaguarda a capacidade de armazenamento do seu hardware local. Isso significa que os computadores instalados fisicamente na sua empresa terão mais espaço livre no HD e, muito provavelmente, uma melhor capacidade e performance no processamento de dados, se comparado ao que teriam com todos os arquivos da empresa armazenados localmente.

#2: Maior segurança

Embora muitos empresários tremam só de ouvir falar em armazenar dados da empresa em servidores externos, a verdade é que a empresas terceiras responsáveis pela manutenção desse serviço tem muito mais a oferecer em termos de segurança do que aquilo que seria possível realizar localmente.

Para começar, leve em consideração que todo o trânsito de informações é criptografado, protegendo suas informações da ação de hackers. Além disso, a grande maioria das empresas trabalha com armazenamento em duplicidade – o que, na prática, significa que se o servidor principal apresentar qualquer tipo de problema técnico, não só o seu arquivo não será perdido, mas ele também não ficará inacessível, sendo disponibilizado pela internet através de um servidor secundário.

Para além das políticas internas para preservação e sigilo dos seus dados, as empresas provedoras do serviço de Armazenamento na Nuvem contam ainda com uma série de medidas de segurança física dos servidores, que só vem a somar.

#3: Maior Acessibilidade

Os arquivos armazenados na nuvem podem ser acessados de qualquer lugar do mundo e por mais de uma pessoa ao mesmo tempo. Na prática, isso significa ter acesso aos documentos do escritório sem necessariamente ter que se deslocar até lá, por exemplo. Além disso, há ganhos em rapidez em trabalhos colaborativos, visto que é possível múltiplos acessos simultâneos a um mesmo documento na nuvem.

Pauta 10

#4: Maior Compatibilidade

A nuvem, como vimos, é uma referência a própria Internet, certo? Logo, os arquivos armazenados em um sistema de Cloud Computing não necessitam necessariamente de um software específico para acesso instalado em seus aparelhos. Além disso, o acesso à internet é compatível com qualquer sistema operacional, incluindo aí os sistemas dos dispositivos móveis, como celulares e tablets.

#5: Maior economia

Não sendo necessária a instalação de algum software específico, nem grandes despesas com a manutenção de hardware local, a computação em nuvem permite à sua empresa economizar recursos que podem ser reinvestidos em áreas mais interessantes, como marketing e divulgação.

#6: Ferramentas de Gestão Online

Para além do simples armazenamento de documentos na nuvem, já estão disponíveis para os empresários uma série de ferramentas de gestão online, que se utilizam das ferramentas Cloud Computing. Um bom exemplo é o sistema ERP cloud do Gestão Click, que permite o controle financeiro mais rápido, ágil e eficiente dos dados da sua empresa a partir da nuvem, mantendo a gestão empresarial segura.

Mas… e os contras do Armazenamento na Nuvem?

O grande “porém..” a ser considerado na hora de optar pelo armazenamento em nuvem para os dados da sua empresa é, certamente, a sua conexão com a Internet. Para que o trabalho flua corretamente, sem interrupções de acesso e estresses desnecessários para a sua equipe é preciso garantir uma conexão de qualidade, com largura de banda suficiente para o tráfego de dados estimado, e que ofereça boa estabilidade. Para tanto, a melhor aposta é, sem sombra de dúvidas, a conexão via fibra ótica.

Mas afinal, Armazenamento em Nuvem vale a pena?

Com toda a certeza o Armazenamento em Nuvem vale muito a pena. Afinal, ele oferece agilidade, segurança e economia – não é à toa que já é uma tendência no gerenciamento de dados empresariais e até mesmo pessoais para o século 21.

 

Este é um guest post e todas as informações e o sistema citado é de responsabilidade da GestãoClick.